Ver a minha lista de nomes Fechar lista

10 dicas na hora de escolher o nome do bebê

Siga essas dicas e encontre o nome perfeito para o seu bebê:

  1. Faça uma lista

    A não ser que você tenha a certeza absoluta do nome que quer, o melhor é listar todos os nomes que você gosta. Mais tarde você poderá encurtar essa lista!

  2. Pense no significado

    Pesquise bem o significado de cada nome! Escolha um nome com um significado bonito, como por exemplo uma característica que você gostaria que seu filho tivesse. Assim você também evita que o seu filho seja carregue um nome com um significado negativo!

  3. Valorize as origens

    O nome pode ser uma homenagem a alguém da família. Há famílias que levam essa tradição a sério, mas ninguém precisa se sentir obrigado a atender um costume familiar se não está de acordo com ele. Cabe aos pais essa decisão.

  4. Tenha cuidado com as inovações

    Opte por nomes de pronúncia simples e evite constrangimentos futuros. É desagradável ter de repetir diversas vezes o seu nome ou ter de gritar para ser ouvido num local público e cheio de barulho.

  5. Prefira grafias simples

    As grafias simples podem evitar o desconforto de ter de soletrar o nome com frequência. Além de ser mais fácil para a criança aprender o seu próprio nome, será mais prático não ter de soletrá-lo. Isso evitará também o risco de que o nome seja escrito frequentemente com erros.

  6. Evite nomes esquisitos

    Pense muito bem se está preparado para aceitar comentários menos agradáveis sobre um nome que possa expor seu filho ao ridículo.

    Pense, principalmente, no seu filho. Será que ele será capaz de aceitá-los também?

  7. Pense nas iniciais do prenome e dos sobrenomes

    Embora pareça pouco relevante, para evitar constrangimentos futuros, é importante pensar nesses detalhes.

    Isso para que não sejam formadas palavras estranhas a partir dos nomes. É o que poderá acontecer com palavras resultantes de cacofonia (aquelas que soam de forma desagradável).

    Faça o exercício de escrever o nome e “brincar” com as letras e sílabas iniciais. Dessa forma, você pode verificar se a conjugação do nome escolhido fica bem com o nome composto escolhido (se for o caso).

    Essa é também uma forma de verificar a conjugação com o nome de família, pois o sobrenome não pode ser alterado.

    Outra boa forma de confirmar se a está tudo bem, principalmente com a sonoridade, é falar o nome todo várias vezes em voz alta pra você e para um outro ouvinte.

  8. Pense nos apelidos

    É comum que as pessoas ganhem apelidos aos longo da vida, por isso, vale a pena pensar se os apelidos frequentemente utilizados para o nome escolhido lhe agradam.

    Lembre que haverá sempre alguém a chamar o seu filho por um apelido ainda que esse não seja do seu gosto ou do seu portador.

  9. Reduza a sua lista

    Corte os nomes que no fundo você sabe que não vai escolher até chegar a um ou dois nomes.

  10. Espere pelo último momento

    É claro que se você já tiver escolhido antes, não precisa esperar tanto, mas muita gente gosta de esperar pelo nascimento, para que olhando para a carinha do bebê, tenha a certeza do nome! Você decide!